As palavras chave de Tsitsipas


Há momentos inesquecíveis na carreira de um desportista e aquele que o grego Stefano Tsitsipas viveu no Clube de Ténis do Estoril é um deles ao tornar-se, aos 20 anos, no mais jovem vencedor em cinco anos do Millennium Estoril Open.

Apontado como grande favorito, Tsitsipas deu uma imagem de um jogador maduro, calculista, e que está a fazer o seu percurso na elite, sabendo que ainda tem de dar muitos passos importantes para ombrear ao lado de adversários por quem tem uma enorme admiração desde muito jovem.

Nestas situações, a forma genuína de expressar os sentimentos acaba por ser o melhor exemplo e o grego foi bastante feliz e sucinto ao explicar a base do sucesso perante o público português: “esforço, dedicação e concentração” .

A conjugação destas três palavras acompanharam o helénico, que há três anos venceu um ITF em Oliveira de Azeméis, antes de se tornar campeão júnior em Roland Garros. Tendo sempre presente as dificuldades em que foi cimentando a sua carreira, sem contar com muitos apoios, Tsitsipas manteve-se fiel aos seus princípios e tem agora abertas as portas para se tornar numa grande estrela.

O apoio dos pais e o enquadramento técnico numa academia em França, perto de Nice, são o alicerce para o vencedor do Millennium Estoril Open virar por completo uma página no ténis na Grécia.

É ainda muito jovem, tem muita coisa para aprender, mas a visão que tem do jogo e, principalmente, da vida ajudam-no a ter a missão mais facilitada.

O nível de jogo apresentado por Stefano Tsitsipas em 2018 no Millennium Estoril Open, quando perdeu com João Sousa nas meias-finais, pouco tem a ver com aquele que se viu ao longo da edição de 2019.

A partir de agora é ajustar o seu jogo à terra batida, aperfeiçoar algumas pancadas e manter-se tranquilo e exigente, levando consigo Portugal no coração.

 

Norberto Santos, jornalista

 

Copyright © 2019 - Federação Portuguesa de Ténis

Todos os direitos de reprodução reservados. Nenhuma parte deste site pode ser vendida ou reproduzida por qualquer sistema ou meio (inclui fotografias ou vídeos) sem a autorização por escrito à Federação Portuguesa de Ténis.