PNDT: Preparar o amanhã


A alegria era bem evidente naquelas crianças durante a festa de encerramento da Jornada Nacional do PNDT, uma iniciativa da Federação Portuguesa de Ténis, que habitualmente no final da temporada junta alguns dos melhores jogadores no Complexo do Jamor.

Só que, desta vez, à alegria dos jovens juntou-se a do coordenador nacional deste projeto, Pedro Lobão, que ficou particularmente entusiasmado com alguns dotes tenísticos.

“Diria que está é uma boa colheita e o nível de jogo destes jovens é francamente superior aqueles que por aqui passaram há 3 ou 4 anos. Fazemos pequenas brincadeiras, jogos lúdicos, mas dá para ver qual é o grau de avaliação técnica que poderemos ter. E o balanço é francamente positivo”, disse-nos Pedro Lobão.

Tudo começou com uma primeira fase em fevereiro, que agregou cerca de uma centena de jovens entre os 8 e os 10 anos pelas associações regionais. Depois, em maio, deu-se a fase mais seletiva com os apurados, reunindo metade dos jogadores. “Quando se partiu para o processo de elaboração da Jornada Nacional já tínhamos em mente cerca de 50 por cento dos escolhidos por força dos tais jogos e dos processos técnicos e táticos que introduzimos neste sistema. Fui muito giro ver a dedicação e entrega dos miúdos”, observou Pedro Lobão.


Obviamente que a partir daqui serão os clubes e os jogadores a mostrarem o que valem e o que podem fazer no futuro. “Creio que os conteúdos são muito interessantes e os jovens sentem que para progredirem têm de ter mais horas de treino semanais. O futuro passa por aí nestas idades. Estes jovens já começam a ter as suas referências, o esclarecimento sobre o treino é muito maior e felizmente a Federação Portuguesa de Ténis tem vindo a criar condições para se dar esse passo em frente”, garantiu Pedro Lobão.

Depois há outros passos a dar, mas tudo começa com estas ações como aquelas que foram vividas nas jornadas nacionais do PNDT no Complexo do Jamor com os vários responsáveis e colaboradores do projeto a avaliarem em conjunto nomes dos possíveis craques da seleção.

 

Norberto Santos, jornalista

 

Copyright © 2019 - Federação Portuguesa de Ténis

Todos os direitos de reprodução reservados. Nenhuma parte deste site pode ser vendida ou reproduzida por qualquer sistema ou meio (inclui fotografias ou vídeos) sem a autorização por escrito à Federação Portuguesa de Ténis.