PATROCINADORES

PARCEIROS

INSTITUIÇÕES OFICIAIS

Entrevista

Eng.º José Trigo da Silva

Um dos melhores tenistas portugueses de sempre, o Eng.º José Trigo da Silva, vai ser homenageado sábado, 5 de Setembro, pelas 10:00 horas, no Clube de Ténis do Estoril. A iniciativa partiu da sua filha, Patrícia Trigo da Silva, mas a Federação Portuguesa de Ténis também pretende prestar a devida homenagem a uma das figuras mais carismáticas do ténis no nosso país, fazendo representar-se na cerimónia pelo presidente da Mesa da Assembleia Geral, Eng.º José Corrêa de Sampaio, e pelos vice-presidentes da Direcção Dra. Patrícia Silva Lopes e Dr. Luís Cabral Sousa.
 
José Trigo da Silva sagrou-se várias vezes Campeão Nacional, conquistou troféus disputados fora de solo luso e representou a nossa Selecção na Taça Davis. Ao todo, foram 40 anos a jogar ténis com muitos títulos conquistados.


O antigo jogador foi entrevistado pela Federação Portuguesa de Ténis. Desde o início do ténis em Portugal até à actualidade tudo foi discutido com umas das figuras incontornáveis para a promoção e desenvolvimento da modalidade em Portugal.


A cerimónia inicia-se pelas 10:00 horas com um torneio de Pares Mistos e Masculinos, com amigos e familiares a competir para celebrar a vida de José Trigo da Silva.


A ideia partiu de Patrícia Trigo da Silva, filha do tenista, a qual considera que a iniciativa é uma forma diferente de distinguir as qualidades de José Trigo da Silva, como tenista, mas sobretudo como Homem:
 “Penso que este tipo de homenagem deve ser feito em vida, e foi nessa perspectiva que resolvi organizar, juntamente com o Clube de Ténis do Estoril, esta cerimónia ao meu pai. Quero proporcionar-lhe um dia em que ele possa estar rodeado de amigos e família e que receba a tão merecida distinção e reconhecimento pelo campeão de ténis que foi, num palmarés de troféus a nível Nacional e Internacional, ao longo de mais de 40 anos. Com o meu Pai aprendi o gosto pelo desporto, o fair-play, a perseverança, a determinação e a humildade da Vida. Tenho muito orgulho de ser filha de quem sou e por isso um bem-haja por tudo o que dele herdei e por tudo o que me ensinou” afirmou Patrícia orgulhosa.

Entrevista a José Trigo da Silva


Como começou a jogar Ténis?
Em Macau onde eu vivia, tínhamos um campo de ténis em casa, e eu comecei a jogar ténis com os meus irmãos mais velhos, com quem aprendi.


Quais as razões que o levaram a optar por esta modalidade?
Eu tinha muito jeito para jogar ténis e aos 8 anos ganhei a minha primeira taça, num torneio entre família e amigos, taça essa que ainda guardo com muito carinho.
Quais eram as dificuldades que tinham os tenistas na sua altura?
Falta de campos de ténis e falta de professores.


Como se definia como jogador?
Habilidoso (e sem peneiras)


Conquistou muitos títulos, qual deles foi o que mais apreciou?
Ser campeão nacional em primeiras categorias.

Representou Portugal na Taça Davis, como foi a experiência de jogar num torneio tão prestigiado?.

 Foi uma grande honra para mim, representar Portugal e foi sem dúvida uma experiência única.


Acompanha habitualmente o ténis e os tenistas portugueses?
Sim acompanho, mas vejo mais os torneios internacionais, com jogadores estrangeiros.


Sente que o ténis em Portugal está a receber a atenção, devida, por parte dos portugueses?
Não o suficiente. Embora o interesse por esta modalidade tenha progredido bastante nos últimos anos, ainda está aquém da projecção merecida, e continua a não haver os apoios necessários para o seu desenvolvimento a nívelmundial.


O que significa para si esta homenagem?
É muito gratificante e fico muito sensibilizado, primeiro porque tenho uma filha extraordinária, que se lembra e se orgulha do pai que tem e que organizou esta homenagem. Os meus filhos e netos, que vivem na Suíça, estarão presentes. Depois, porque estarei com familiares e amigos que não vejo há muito tempo e alguns deles aprenderam a jogar ténis comigo.
E por último, serei recordado pelos meus 50 anos de campeão nacional de 1as Categorias e por tudo o que dei de mim a esta modalidade.

Tem alguma sugestão para os tenistas em actividade ou para quem queira fazer carreira no ténis?
Hoje em dia, ao nível a que se joga, não é fácil um jogador português chegar ao topo, mas acho que o facto de se poderem profissionalizar é uma vantagem, pois no meu tempo éramos “amadores” e não tínhamos a possibilidade de nos dedicarmos a 100% ao ténis. A sugestão que tenho é que o amor e a dedicação ao ténis falem mais alto e que a determinação em ganhar seja o motor de muitas vitórias. Mas o que é fundamental é ter persistência e método de treinos e preparação física.


Para si, qual é o melhor tenista de sempre?
Em Portugal, José Roquette. De jogadores estrangeiros, sempre admirei o John McEnroe, pois era um jogador muito completo, muito “agressivo”, um jogador de ataque, e muito habilidoso.Hoje em dia, considero Roger Federer como o melhor jogador de todos os tempos. É sem dúvida um jogador extraordinário, cuja humildade acompanha o seu grande talento.


Como vê as prestações dos jovens tenistas lusos de momento?
Salvo erro, são as melhores prestações lusas de sempre e orgulho-me delas.

Recordamos que a homenagem ao Eng.º José Trigo da Silva realiza-se no sábado, dia 5 de Setembro, no Clube de Ténis do Estoril.


 AnaLima–Comunicação & Marketing, Lda
Ana Lima Tlm. 917776018 / 19 / 22
Tel. 213910193 Fax. 213964693
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
www.analimacomunicacao.com
Escritórios: Rua Buenos Aires, n.º 39
1200-623 Lisboa

Copyright © 2017 - Federação Portuguesa de Ténis

Todos os direitos de reprodução reservados. Nenhuma parte deste site pode ser vendida ou reproduzida por qualquer sistema ou meio (inclui fotografias ou vídeos) sem a autorização por escrito à Federação Portuguesa de Ténis.