PATROCINADORES

PARCEIROS

INSTITUIÇÕES OFICIAIS

Notícias

Open da Austrália

Reação de Gonçalo Oliveira insuficiente para o triunfo

A reação de Gonçalo Oliveira na segunda partida do encontro com o cazaque Alexander Bublik foi insuficiente para que o tenista português concluísse com êxito a primeira ronda do "qualifying" de singulares do Open da Austrália, a primeira prova do "Grand Slam" do ano.

No encontro de estreia no "major" em Melbourne, Gonçalo Oliveira, que foi irrepreensível no segundo "set", acabou por consentir a vitória ao cazaque, nono cabeça de série no "qualifying" do Open da Austrália e 115.º mundial, pelos parciais de 6-3, 1-6 e 6-3.

O confronto entre Gonçalo Oliveira (212.º), que subiu de rendimento nos últimos jogos da decisiva partida, e Bublik, 115.º mundial, prolongou-se por uma hora e 38 minutos.   

Gonçalo Oliveira foi o primeiro português a atuar nesta primeira ronda do "qualifying" de singulares do Open da Austrália.

Gastão Elias, João Domingues e João Monteiro jogam o acesso à ronda dois na madrugada em Lisboa desta quarta-feira.

 

 permitiu que o nono cabeça de série fechasse o primeiro "set" com 6-3 a seu favor, mas o português realizou uma segunda partida irrepreensível, fechada com o parcial de 6-1, obrigando

   

Copyright © 2018 - Federação Portuguesa de Ténis

Todos os direitos de reprodução reservados. Nenhuma parte deste site pode ser vendida ou reproduzida por qualquer sistema ou meio (inclui fotografias ou vídeos) sem a autorização por escrito à Federação Portuguesa de Ténis.