As 10 razões para o sucesso no Masters Peugeot

poster masters veteranos 2017Não têm a ambição de jogar o Open da Austrália, mas esmeram-se na preparação e na dedicação à prática do ténis pelas melhores razões. Estamos a falar do escalão de veteranos (a partir dos 35 anos), que a partir de sexta-feira e até domingo tem a primeira edição do Masters do Circuito Peugeot, nas instalações do CAR Jamor, campos cobertos, que está a sofrer obras de remodelação.

São 28 jogadores masculinos e 24 femininos que irão estar envolvidos nesta prova criada pela Federação Portuguesa de Ténis, com os concorrentes divididos em vários grupos, cada um com 4 participantes.

Trata-se de um modelo diferente e que vai criar uma forte expectativa para os próximos anos.

Numa altura em que as apostas estão mais direcionadas para as competições juvenis, não deixa de ser importante dar o devido enquadramento a quem assume um papel relevante na modalidade.

Vejamos então as 10 razões que dão o devido suporte a este projeto:

1 – Iniciativa pioneira que confere qualidade técnica ao espetáculo e um forte mediatismo ao patrocinador (Peugeot), através de várias ações de promoção e sensibilização;

2 – Independentemente do cariz competitivo, a componente social é um ‘must’ neste tipo de eventos. Não faltarão surpresas;

3 – Preocupação em conferir um estatuto especial a quem garantiu o apuramento, através de alojamento no Hotel Vila Galé em Paço de Arcos;

4 – Tal como acontece nos grandes torneios do circuito profissional, os concorrentes no Masters do Circuito Peugeot têm à sua disposição viaturas na ligação entre o hotel e o complexo de ténis;

5 – Quem quiser experimentar os novos modelos Peugeot, a marca proporciona um test-drive;

6 – Haverá prémios de presença para todos os concorrentes, desde guarda-chuvas, lanternas, toalhas, polos, produtos farmacêuticos e outros;

7 – A área da restauração oferece um naipe de escolhas muito diversificado e para todos os gostos;

8 – Espetáculo abrangente ao manter um equilíbrio muito interessante nos vários escalões e em ambos os sexos;

9 – Forte estímulo para garantir a consolidação deste projeto, reunindo a elite nacional;

10 – Quem não se qualificou terá ao longo de 2018 oportunidade de entrar novamente na corrida para o Masters do Circuito de Veteranos Peugeot;

Por fim, uma simples nota a não esquecer: o escalão de veteranos representa 24,7 por cento do total de federados em Portugal. Ou seja: há motivos de sobra para não desperdiçar estas oportunidades.

 

Norberto Santos, jornalista do jornal Record

 

Copyright © 2018 - Federação Portuguesa de Ténis

Todos os direitos de reprodução reservados. Nenhuma parte deste site pode ser vendida ou reproduzida por qualquer sistema ou meio (inclui fotografias ou vídeos) sem a autorização por escrito à Federação Portuguesa de Ténis.